Skip to content

Letra e Vídeo

Literatura musical

Tag Archives: Heitor V. Serpa

RENASCER

Sobre minha cabeça vejo o sol nascer
Infinitos raios de esperança
A glória dos deuses posso perceber
Runas serão escritas em minha lembrança

Um combate cruel se seguiu
Muitos eu ceifei, sobre minha montaria
Mas quando meu escudo enfim caiu
Só pude pensar na minha família

O quão ausente eu era, graças ao meu espírito de guerra
Nunca pude dizer ao meu filho que o amava
Não queria que ele seguisse meus passos
É triste abandonar tudo que lhe importa
Sabendo que uma hora não haverá volta

Não há glória na morte, como cantam os bardos
Percebi ao ver o rosto de minha amada esposa
Reprovando-me em lágrimas, decepcionado
Queria tanto dar-lhe a devida atenção, conforme merecia
Mas agora uma flecha cruzou-me o peito, eu não viveria

Coberto de feridas, sob meu próprio pranto vejo que nada me resta
Nenhuma valquíria veio me buscar, não há glória em minha queda
Ao meu redor a matança continua, gritam como se não houvesse outro dia
Impropérios, lâminas e sangue, desaparecem ao passo em que perco a vida
Ouço apenas meu filho chorar, enquanto minha esposa treme ao falar
“Eu lamento querido, mas seu pai não irá voltar”

Imerso no frio de meus próprios pecados, afogado em lamúrias sinto meu corpo perecer
Mas um milagre acontece, vejo sobre minha cabeça o sol nascer
A princípio ofuscado, sinto todos os cortes se fecharem
O calor invade meu interior, sinto as forças se renovarem
Olho minha esposa sorrir, e meu filho vêm até mim, alegre de me ver
“Eu te amo pai, estaremos sempre com você”

Vou junto deles em direção à luz, sem nada para me prender
Infinitos raios de esperança
A glória dos deuses posso perceber
Atravessando a ponte para Asgard, deixo para trás minha única honra
Runas serão escritas em minha lembrança

Tags:, ,